Grande Hotel de Luso | Wellness Resort | Coimbra - Portugal

História


Slide Show

  • Grande Hotel de Luso - construção
  • Grande Hotel de Luso - construção
  • Grande Hotel de Luso - construção
  • Grande Hotel de Luso - Piscina Olimpica
  • Grande Hotel de Luso - Piscina Olimpica
  • Grande Hotel de Luso - Pormenor guarda varanda 1º piso
  • Grande Hotel de Luso - Varanda 2º piso
  • Professor Bissaya Barreto
  • Arquitecto Cassiano Branco
  • Alçado Grande Hotel de Luso

Downloads

Grande Hotel de Luso - ConstruçãoA estância termal do Luso constitui uma das maiores riquezas com que a Natureza dotou o nosso país”. São estas as palavras, da autoria de Coronel J. Corrêa dos Santos, que abrem a introdução que escreveu num livro editado por altura da inauguração do Grande Hotel de Luso em 1940.

Mais adiante faz a justa e merecida referencia à iniciativa da Sociedade da Água de Luso de construir o hotel dizendo ”… o novo hotel recentemente inaugurado, a piscina, a série de obras projectadas e em execução, têm operado no Luso a transformação que de há muito se impunha…”. Inaugurado em 27 de Julho de 1940, o projecto do hotel nasce na altura em que o Professor Fernando Bissaya Barreto (1886-1974) era Presidente do Conselho de Administração da Sociedade da Agua de Luso, à qual esteve ligado durante mais de quarenta anos.

Nos anos 1929 e 1930 prestando os seus serviços clínicos e depois definitivamente ligado à empresa passando a exercer o cargo de Presidente do CA.

Em 1937, foi proposta em Assembleia Geral Extraordinária a construção de um hotel e de uma piscina “(…) nestes dois últimos anos, tem merecido o maior cuidado ao Conselho de Administração o estudo da construção de um hotel para o engrandecimento das nossas Termas de Luso”.

O projecto do então chamado de Grande Hotel das Termas de Luso é da autoria de Cassiano Viriato Branco (1897- 1970) que é considerado por muitos a personalidade mais poderosa e inventiva do modernismo mas também versátil entre a linguagem moderna e o estilo tradicional do qual é um bom exemplo o Portugal dos Pequenitos (Coimbra) que partilha com o hotel o génio do arquitecto e a visão e espírito empreendedor de Bissaya Barreto.
Ao longo dos mais de 70 anos de história o hotel soube acompanhar as novas tendências e exigências dos clientes e é oportuno registar, em especial, alguns momentos marcantes da já longa vida do hotel. A construção do hotel, a concretização do projecto do auditório, salas de conferência, piscina interior e túnel de acesso às Termas de Luso, a reclassificação do hotel para 4 estrelas e, no presente, a execução do projecto de remodelação recentemente concluído.

O referido projecto é da autoria do Atelier Reimão Pinto teve como ponto de partida a criação de uma nova imagem para o Grande Hotel de Luso respeitando a identidade e o espaço arquitectónico original do edifício. Potenciando os elementos modernistas, utilizando apontamentos Art Déco e valorizando a singularidade da sua arquitectura, criou-se uma nova alma para este emblemático hotel. O maior desafio foi conseguir simultaneamente uma marca de originalidade e modernidade mantendo viva a memória do hotel com o objectivo de proporcionar uma experiencia de bem-estar a quem o visita. A nobreza das madeiras, a simplicidade das linhas e contenção dos elementos decorativos caracterizam os espaços, as cores quentes e fortes garantem o conforto em ambientes de um calmo requinte.”



facebook

Cccc